Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 21/10/2014

Scroll to top

Top

No Comments

O tornado que não aconteceu

O tornado que não aconteceu

Nascido em Houston, Texas, o norte-americano Colin Edwards, o “Texas Tornado” chega a sua 12ª temporada na MotoGP. Do atual grid, Colin é o terceiro piloto com o maior número de corridas disputadas, e o mais velho (na corrida de abertura do campeonato, já terá completado 40 anos), mas amarga uma ingrata marca de nunca ter vencido sequer uma prova na categoria rainha.

O tornado texano chegou na categoria como grande aposta da Aprilla em 2003, após ter vencido dois campeonatos do mundial de Superbike pela Honda. No primeiro ano obteve um 6º lugar logo na estreia, na etapa do Japão, e com resultados medianos terminou em um discreto 13º lugar no campeonato, apenas uma posição à frente do outro piloto da Aprilla, o japonês Noriyuki Haga. De volta à Honda em 2004, tudo indicava que sua carreira na MotoGP seguiria para o rumo das glórias.

05edwards_lg40716_slideshow_169

Em 2004, o espanhol Sete Gibernau, companheiro de Edwards venceu 4 vezes e foi o único que ameaçou o título de Valentino Rossi. Mesmo assim os dois 2º lugares de Colin foram considerados bons resultados e em 2005, mais uma mudança de equipe prometia levar o americano enfim ao alto do pódio. Ele correria pela equipe oficial da Yamaha, a melhor moto do grid. Era a maior chance da carreira de Colin Edwards vencer uma prova na categoria rainha.

Mas ser companheiro de Valentino Rossi no auge da carreira não era tarefa fácil e Edwards não conseguiu chegar nem próximo dos 367 pontos de Rossi e de suas 11 vitórias na temporada. Pior que isso, o norte-americano foi ofuscado por um compatriota mais ousado, mais carismático e mais veloz, Nicky Hayden. Terceiro em 2005, Hayden sagraria-se campeão em 2006. E assim foram se passando os anos e as oportunidades, da equipe oficial Yamaha, Edwards passou a correr em equipes satélites, a idade foi chegando e os bons resultados ficaram cada vez mais raros.

10ind_05edwards__s1d2820_slideshow_169

Após a criação da sub-categoria CRT’s, o americano passou a ter algum destaque, aparecendo algumas vezes como o “vencedor das CRT’s”, um verdadeiro prêmio de consolação para as equipes nanicas. Para a temporada de 2014 o Texas Tornado terá, talvez, seu último grande desafio na carreira: tentar vencer seu companheiro de equipe, o veloz Aleix Espargaró. Será uma disputa interessante entre o jovem e audacioso Espargaró e o quarentão e eterna promessa, Colin Edwards. Mesmo vencendo essa batalha, ainda assim, Colin Edwards será lembrado por muitos como o tornado que não aconteceu.

Imagens: MotoGP

  • Share on Tumblr