Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 18/12/2014

Scroll to top

Top

One Comment

V8 Supercars: Whincup/Dumbrell vencem Bathurst 1000 por apenas 3 centésimos

Thiago S. Rosa

Completando 50 anos em 2012, uma das grandes provas de endurance do mundo, a Bathurst 1000, realizado noàbelíssimoàcircuito montado em Mount Panorama, foi decidida apenas nos últimos metros. Depois de uma longa pressão na parte final feita por David Reynolds da Rod Nash/ FPR Ford, o atual líder do campeonato e agora quatro vezes vencedor desta prova Jamie Whincup conseguiu manter a ponta conquistada após a última parada nos pit stops e venceu a corrida após 6 horas de disputa intensa, muitas intervenções do Safety Car e ótimas brigas por posição.

Por ser uma prova mais longa, a corrida em Bathurst foi disputada em duplas, com pelo menos 2 trocas para cada carro. Whincup optou fazer dupla com Paul Dumbrell, enquanto Reynolds estava sendo auxiliado nesta etapa por Dean Canto, que por sinal já foi companheiro de Max Wilson na categoria australiana na mesma situação de revezamento de carros durante as corridas de endurance da V8. Ambos fizeram bonito durante a prova, deixando seus companheiros em boa situação.

Os líderes fizeram 6 paradas durante a corrida, sendo que cada um optou por trechos bem diferentes para utilização dos compostos duros e macios, obrigatórios na categoria. Ao todo foram 6 entradas de Safety Car, que auxiliaram os pilotos nas suas estratégias de pit stop. Durante a corrida, o incidente mais grave foi a batida de Steve Owen, que saiu na curva 2 e se chocou fortemente na proteção de pneus. Além dele, outro que encontrou o muro foi Nick Percat, que destruiu a suspensão dianteira do carro àdirigido pelo piloto regular Garth Tander. Veja como foram estes acidentes:

Outros que se deram mal nesta corrida foram os adversários diretos de Whincup na disputa do título. Mark Winterbottom fez uma prova muito discreta em parceria com Steven Richards e terminou na 11ð posição. Já Will Davison, que tinha sido o pole desta corrida, vinha num ritmo mais consistente quando a barra de sustentação traseira do carro quebrou. Neste momento, o piloto da àFord virou passageiro do carro e quase acertou Fabian Coulthard em um dos pontos de maior velocidade da pista.

Mas o destaque foram as últimas 26 voltas, com os pilotos andando em alta velocidade e sem intervenções de Safety Car, e uma linda disputa entre os 3 primeiros da corrida. Whincup, que tinha parado primeiro e tinha que poupar um pouco de combustível para chegar ao final, Reynolds e James Courtney, que chegou a assumir o segundo lugar, mas perdeu rendimento por conta do desgaste dos pneus e caiu para quarto, sendo ultrapassado por Reynolds novamente e por Craig Lowndes, que apareceu bem apenas na parte final da corrida. Depois, a briga se concentrou entre o primeiro e segundo colocados, com vantagem para o piloto de Team Vodafone Holden.

Abaixo temos o resultado final desta longa prova, sendo que a próxima etapa, a Gold Coast 600, também será uma corrida de endurance e vai contar com a participação de pilotos famosos de outras categorias, reforçando a disputa. Não percam!

  • Share on Tumblr
  • Olegario Teixeira

    Uma excelente corrida. Recomendo procurarem essa prova para download ou assistir os highlights. E é muito bom saber que existe um meio de comunicação do nosso esporte fazendo um texto dessa maravilhosa prova. O que eu não vi em nenhum lugar. Vocês estão de parabéns.