Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 18/12/2014

Scroll to top

Top

No Comments

Nascar: Hora de Big One em Talladega

Thiago S. Rosa

O cemitério deàíndiosàdo Alabama funcionou mais uma vez neste final de semana. O Super Speedway de Talladega presenciou duas provas da Nascar que terminaram sobre intervenção de bandeira amarela, graças a 2 megas acidentes, os chamados “Big One”. E muita gente pode falar: “This is Talladega!”

Mas como pode uma prova atrair tanta confusão? Bom, eu não acredito na questão dosàespíritosàdeàíndiosàque assombrariam a área. ????? mais fácil acreditar naquilo que você vê, como carros andando todos juntos e pilotos a flor da pele, na expectativa de conseguir um bom resultado.

Querem ver do que eu estou falando? Então vamos lá, na ordem de Big One:

Final da Truck Series:

Final da Sprint Cup:

Entenderam o que eu quis dizer sobre acreditar naquilo queàvocêsàveem? E quem assistiu a classificação da Truck Series e da Sprint Cup não viu mudanças bruscas. Brad Keselowski continua na frente de Jimmie Johnson no campeonato, mas a diferença não aumentou muito entre eles. Porém, entre os demais membros do Chase, a vantagem de ambos começa aumentar.

Já na Truck Series, Ty Dillon e James Buescher mantem a briga intensa com o mesmo 1 ponto de diferença que o neto de Richard Childress tinha de diferença para o companheiro de Nelsinho Piquet e Miguel Paludo, que bateram e ficaram lá embaixo na classificação final da prova.

  • Share on Tumblr