Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 01/11/2014

Scroll to top

Top

F1
No Comments

F1: Hamilton vence e Alonso dispara no campeonato

F1: Hamilton vence e Alonso dispara no campeonato

O GP da Itália de F1 foi imprevisível. Quer dizer, do segundo lugar para trás. Hamilton dominou a corrida e não foi ameaçado em nenhum momento. Perez veio muito bem e garantiu a segunda posição para a Sauber deixando ninguém menos que Alonso e Massa para trás.

Falando da Ferrari, vimos mais uma vez aquela velha estratégia dos italianos de deixar quem disputa o campeonato passar o oponente na pista. O resultado foi Alonso em terceiro e Massa em quarto. Aliás, o espanhol dispara na liderança do campeonato, pois contou ainda com o abandono das duas Red Bull.

Confira como foi esse agitado GP:

A largada foi bem tranquila com Massa pulando à frente de Button e conquistando o segundo lugar. Outro que saiu muito bem foi Alonso ultrapassando quatro pilotos nas duas primeiras voltas. Hamilton conseguiu manter a ponta com tranquilidade e conseguiu abrir uma diferença de 1.2s para Massa.

Algumas ultrapassagens começaram a acontecer com Vettel deixando Schumacher para trás pelo quarto lugar e poucas voltas depois Alonso fazendo o mesmo e tirando a quinta posição do alemão. Na Mercedes de Rosberg, as coisas um pouco mais complicadas, com um pequeno encontro entre ele e Bruno Senna na primeira chicane. E falando do brasileiro, um pouco depois ele passou Di Resta, mas o carro acabou indo um pouco para a grama e fez com que ele perdesse algumas posições caindo para 12ú.

Na nona volta, o primeiro abandono da prova com uma quebra da Toro Rosso de Vergne, que simplesmente rodou na reta, saiu de lado na pista e acabou acertando uma zebra em alta velocidade. Tudo bem com o piloto. Mais atrás, Maldonado era o primeiro a ir para os boxes e dar início aos pit stops. As equipes estavam divididas em estratégias de uma ou duas paradas.

No pelotão da frente, Hamilton continuava ampliando a liderança para Massa com uma diferença de 4.9s. Os pneus do piloto da Ferrari começavam a dar mostras de desgaste e Button se aproveitou para recuperar a segunda posição. Logo depois, Felipe foi aos boxes e voltou no terceiro lugar, à frente de Vettel e Alonso, que saíram colados dos pits.

E os três realizaram ultrapassagens em Ricciardo e Senna, que não tiveram muito o que fazer para segurarem os concorrentes visto a grande diferença de equipamento. Um pouco depois o líder da prova, Lewis Hamilton foi aos boxes realizar sua parada e em um trabalho muito bom da McLaren voltou atrás de Perez, que estava na liderança não ter feito seu pit stop.

Depois um dos momentos polêmicos da corrida com Vettel forçando para cima de Alonso, que acabou com seu carro na grama – conseguindo controlá-lo de uma maneira muito eficiente. A manobra foi investigada pelos comissários e o alemão foi punido com um drive through, quando o ferrarista já o tinha deixado para trás pelo quarto lugar.

Hamilton voltou para a liderança passando Perez na pista. Logo depois o mexicano foi para os boxes e voltou no oitavo lugar. Momentos depois decepção para a McLaren com o abandono de Button. O carro ficou lento demais e a suspeita era de problema com o motor.

Na volta 36, Maldonado abriu a segunda rodada de pits. Perez dava mostras do que vinha fazer e deixava Raikkonen para trás pelo quinto lugar. Na sequência uma briga interna na Red Bull com Vettel passando Webber pela sexta posição. Um pouco depois, uma cena que não víamos há um certo tempo na F1: Alonso estava logo atrás de Massa e, de repente, o rádio do brasileiro começa a avisá-lo da aproximação do companheiro de equipe, seus tempos caem bastante e puf, o espanhol o ultrapassa pelo segundo lugar.

O que ninguém esperava é que Perez vinha em quarto e não se preocupou nem um pouco com a Scuderia à frente. Deixou os dois ferraristas para trás e partiu para cima de Hamilton. Só não conseguiu chegar nele, pois a distância era muito grande, mas de qualquer forma a McLaren avisou o inglês da ameaça.

Nos momentos finais da prova, uma pequena crise na Red Bull. Vettel vinha bem lento na pista e seu engenheiro pediu para que ele encostasse o carro e abandonasse. Pouco tempo depois, Webber também teve problemas, rodou, foi para a grama, voltou para a pista, mas na última volta acabou abandonando assim como Hulkenberg, que vinha em uma excelente recuperação.

Não deu para ninguém e Hamilton cruzou na primeira posição seguido de Perez e Alonso. Massa foi o quarto e Senna o décimo.

Confira as posições finais da prova:

  • Share on Tumblr