Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 23/10/2014

Scroll to top

Top

No Comments

DTM: Farfus faz história e é o primeiro brasileiro a vencer na categoria

Thiago S. Rosa

Augusto Farfus fez uma poleàimprovávelà superando o domínio conhecido da Audi em Valência, e àuma provaàimpecávelàpara conseguir a primeira vitória de um brasileiro na categoria alemã. O representante da BMW ficou à frente de nada menos 4 carros da marca de Ingolstadt para fazer história. Enquanto isso, problemas fizeram com que os líderes do campeonato tivessem uma prova discreta e isso fez com que o campeonato seja decidido na última etapa em Hockenheim.

A primeira volta da corrida foi bastante movimentada do meio para trás do grid. Enquanto na frente Farfus começava bem e abria distância dos rivais, o seu companheiro de equipe Martin Tomczyk recebia o toque de Robert Wickens e saia da pista ao final da primeira curva, abandonando a prova. Roberto Merhi acabou sendo acertado pela BMW do atual campeão da DTM e até tentou continuar, mas acabou deixando a corrida na volta seguinte.àAinda no primeiro giro, Joey Hand causou uma confusão no final do grid, atrapalhando ainda mais a tentativa de recuperação de Green e Paffett.

Na volta número 3, o canadense àWickens, com a carenagem da sua Mercedes tocando no pneu dianteiro esquerdo do seu carro, foi reto no final da reta dos boxes e acabou batendo de leve no muro, também abandonando a corrida. No sexto giro, a direção da prova informou que o postulante ao título Spengler sofreu um drive through por queimar a largada da prova. O piloto da BMW era o único dos líderes do campeonato a pontuar naquele momento e caiu para 14ð lugar, entre seus rivais Green e Paffett.

Na volta número 11 começou a janela de paradas e vários pilotos optaram por entrar cedo. O líder Farfus fez seu pit na volta 13. Então, foi a vez dos pilotos da Mercedes Paffett e Green sofrerem punições após as suas paradas nos pits, caindo para as últimas posições na corrida. Timo Scheider, da Audi, foi o último dos ponteiros a parar na volta 21, fazendo com que o brasileiro da BMW voltasse à ponta da corrida, com boa distância para Edoardo Mortara.

Na volta 25, o piloto da Audi Miguel Molina rodou e também encontrou a barreira de pneus. Logo em seguida, Mortara fez sua última parada, o que obrigou Farfus a entrar logo em seguida. Um pequeno problema no macaco hidráulico do carro da BMW durante o pit assustou os fãs, mas fez apenas o piloto brasileiro perder alguns segundinhos em relação ao suíço da Audi e ainda assim voltar na frente.

E em um final de semana pouco feliz do inglês Paffett, sua Mercedes apresentou problemas e ele teve de abandonar a corrida, aumentando de vez o seu sofrimento. Já para o alemão das quatro argolas Timo Scheider, àque projetava um pódio após boa recuperação no início da prova, subindo da 7ê para 4ê posição, a esperança também acabou no 30ð giro, com problemas no motor.

Nas voltas finais, Spengler contou com a ajuda dos seus parceiros de equipe para angariar mais posições, Primeiro de Dirk Werner, depois de Andy Priaulx, que ainda auxiliou na ultrapassagem contra a piloto da Audi Rahel Frey. Para ajudar ainda mais, Mortara acabou abandonando a prova e com isso, o piloto da BMW alcançou o 6ð posto na corrida. Enquanto isso, Farfus levou seu carro #16 para a linha de chegada, sem sustos, para conquistar uma grande vitória. Veja o resultado final abaixo:

  • Share on Tumblr