Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 22/11/2014

Scroll to top

Top

No Comments

F3 Euroseries: Juncadella, Sims e Wehrlein vencem em Nürburgring

O final de semana de competição em Nürburgring pela F3 Euroseries foi bem fraco, com corridas monótonas, sem brigas e sem ultrapassagens na pista. No campeonato, Daniel Juncadella continua na liderança e mesmo não completando a terceira prova, segue com uma boa “gordura” para administrar nessa reta final.

Corrida 1

Na largada, Felix Rosenqvist, que largou em terceiro, foi com tudo para cima do pole Daniel Juncadella, mas o espanhol conseguiu se manter na primeira colocação. Já o sueco, que tentou uma passagem por fora na primeira curva, acabou perdendo tempo com a manobra mal feita e despencou para o quarto posto. Com isto, Sven Muller, que perdeu a segunda colocação nos primeiros metros, recuperou a posição e junto com ele, Pascal Wehrlein deixou Rosenqvist para trás.

Juncadella imprimiu um forte ritmo de corrida e conseguiu desgarrar do companheiro de equipe. Enquanto isto o italiano Raffaelle Marciello, vice-líder do campeonato, que largou em quinto, foi superado por Jazeman Jaaffar, piloto convidado da etapa, e ficou em sexto. A prova passou por um momento sem ultrapassagens, até que Tom Blomqvist deixou William Buller para trás.

O espanhol Carlos Sainz Jr., que largou em sétimo, por lá ficou durante toda a corrida, sempre pressionado por Alexander Sims, outro convidado apenas para Nurburgring. No fim, Juncadella confirmou a vitória com mais de cinco segundos de vantagem para Muller. Wehrlein manteve a terceira colocação até o fim, fechando o pódio da primeira corrida da rodada tripla.

Corrida 2

A segunda corrida do final de semana da F3 Euroseries foi marcada por algumas novidades. Foi a primeira vitória da equipe T-Sport e também a primeira dos motores Nissan na categoria. E coube a um piloto convidado conquistar o feito. Alexander Sims, que devido ao grid invertido, largou na pole, sustentou a posição no começo para não mais ser incomodado na corrida.

Marciello, que largou em terceiro, superou Carlos Sainz Jr. na largada e assumiu a segunda colocação. O espanhol apoiado pela Red Bull acabou sofrendo um drive-through, porque depois da placa de três minutos, ainda haviam mecânicos mexendo em seu carro. Com isto, ele caiu para as últimas posições e por ser uma corrida mais curta, não teve tempo para se recuperar.

Felix Rosenqvist assumiu o terceiro posto e foi até o final na colocação, fechando o pódio da etapa. Daniel Juncadella, que pela vitória na primeira prova, largou em oitavo, não conseguiu evoluir na prova e ainda foi ultrapassado por Jazeman Jaafar e terminou de onde largou, mesmo ganhando a posição de Sainz, que foi punido.

Corrida 3

Na largada, Rosenqvist tentou passar Juncadella por dentro, mas o espanhol o espremeu contra a grama e ele acabou batendo no muro interno. Michael Lewis e Andrea Roda acabaram se tocando e Roda abandonou também. Mais à frente, Sven Muller tocou com Raffaelle Marciello e os dois também deixaram a corrida. Com tantos acidentes, o safety car foi para a pista. A prova recomeçou na terceira volta e os comissários anunciaram uma drive-through para Juncadella pela manobra da largada. Na sexta volta, ele parou para pagar a punição e despencou na tabela.

Com isto, Pascal Wehrlein assumiu a liderança da corrida. Carlos Sainz Jr., tentando evitar a ultrapassagem de Alexander Sims, fechou a porta do rival, mas foi tocado e acabou rodando. Sims teve que parar nos pits para reparo no bico depois do toque no espanhol. Quem fazia uma grande prova de recuperação era Michael Lewis, que na décima volta já estava em sexto, após cair para últimas posições na largada. O mesmo acontecia com Juncadella, que começou a escalar o pelotão.

Depois de perder muito tempo com Sá Silva, sem conseguir ultrapassar, Sainz Jr. viu Juncadella colar atrás dele na volta 15 e se juntar na briga pela sétima colocação. Na volta seguinte, os dois espanhóis acabaram se tocando na curva 3 e Juncadella ficou parado na pista com danos no carro. Sainz Jr. foi punido com um drive-through pelo choque. Devido ao safety-car no início, a prova foi para o tempo e Wehrlein venceu com tranquilidade, com cerca de oito segundos de vantagem para Buller. Jaafar completou o pódio na terceira colocação.

Confira abaixo a classificação do campeonato:

1 Juncadella 150
2 Wehrlein 138
3 Marciello 136,5
4 Buller 128,5
5 Müller 106
6 Rosenqvist 96
7 Sainz jr. 92
8 Blomqvist 89
9 Lewis 86
10 Bernstorff 50,5
11 Zeller 21
12 Wolf 16
13 Sá Silva 12
14 Roda 7
  • Share on Tumblr