Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 25/10/2014

Scroll to top

Top

No Comments

World Series: Yelloly se dá melhor na chuva e vence na Alemanha

A segunda bateria da World Series by Renault em Nürburgring foi bem conturbada devido a chuva que caiu no início da prova e voltou forte na parte final. Os favoritos a vitória acabaram pagando caro devido a estratégia de pneus e quem se aproveitou muito bem da confusão foi o inglês Nick Yelloly, que ficou com a vitória.

Na largada, Robin Frijns manteve a ponta seguido de Marco Sorenson e Jules Bianchi. Mas na primeira volta, começou a chover e vários carros escaparam da pista. Bianchi conseguiu superar o Sorensen no meio da confusão e pulou para segundo. Os brasileiros César Ramos e Yann Cunha acabaram se envolvendo num acidente e ambos abandonaram. Com tantas escapadas e toques, o safety-car acabou entrando na pista.

Depois de mais de cinco minutos de interrupção, a prova recomeçou e novamente Frijns sustentou a liderança. Quando os pilotos passaram novamente pela reta, Bianchi, que estava em segundo, parou nos pits, mas colocou novamente pneus slicks. Na saída dos pits, acabou escapando na brita, mas conseguiu voltar. Enquanto isto, na pista, Sam Bird superou Frijns pela primeira colocação. O holandês também parou na passagem seguinte e também saiu de slick.

No giro seguinte, foi a vez de Sam Bird fazer o trabalho nos boxes e no retorno a pista, voltou atrás de Frijns. Sorensen, que se manteve na pista, assumiu assim a liderança da corrida. O dinamarquês também parou algumas voltas depois e o inglês Nick Yelloly pulou para frente. A chuva voltou a pista e mais carros começaram a escapar. Sorensen e Frijns voltaram aos pits para colocar pneus de chuva. O francês Arthur Pic acabou rodando e ficou parado na brita.

Com a água na pista, mudou novamente o piloto na primeira posição, com Sam Bird retomando o posto, mas ele também teve que ir “calçar” os pneus para pista molhada. Yelloly voltou então para frente, seguido do brasileiro André Negrão. Faltando pouco menos de dois minutos para o fim, Sorensen acabou superando o Negrão, que caiu para terceira colocação. A prova chegou então ao fim com vitória de Nicky Yelloly seguido de Marco Sorensen e o brasileiro André Negrão fechou na terceira posição. Lucas Foresti foi o 11ú.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

  • Share on Tumblr