Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 26/10/2014

Scroll to top

Top

No Comments

Grand Am: Bourdais e Popow vencem em Indianápolis

E a Grand-Am disputou neste final de semana uma prova no sagrado asfalto de Indianápolis numa maratona de três horas. Foi uma corrida com bastante variação meteorológica, pois a chuva ia e voltava a todo instante, provocando alguns acidente e um número elevado de bandeiras amarelas. No fim, quem se deu melhor foi o francês Sebastien Bourdais, que dividindo carro com o venezuelano Alex Popow, venceu a corrida. Nos GTs, deu Andy Lally e John Potter.

Devido a chuva que caía em Indianápolis, a prova começou com bandeira amarela para os carros se acostumarem as condições da pista, principalmente no oval. Quando a bandeira verde foi dada, Jon Fogarty manteve a primeira colocação. No meia da volta, Antonio Garcia acabou se envolvendo num acidente depois de um toque com Max Angelelli, rodou e perdeu muito tempo. Quem largou muito forte foi Memo Rojas, que na segunda volta de verde já estava em segundo, depois de largar em oitavo.

Na GT, Robin Liddell partiu da terceira para a primeira colocação, deixando o pole Jonathan Bomarito para segundo. Duas voltas depois foi a vez de Boris Said o deixar para trás e com isto assumir a segunda colocação. Bomarito ainda perdeu a terceira colocação para Pat Lindsay nas voltas seguintes. De voltas aos GTs, com 18 minutos de prova Memo Rojas acabou superando Fogarty pela liderança da corrida, mas os dois permaneceram colados nas voltas seguintes.

Nos DPs, o primeiro carro apostar nos pneus slicks foi o 02 de Scott Dixon com 22 minutos de corrida. Os dois líderes pararam duas voltas depois e Fogarty voltou a frente de Rojas, mas o mexicano voltou a ultrapassar na volta seguinte. Fogarty conseguiu voltar para a ponta, mas com 1 hora de 40 minutos voltou a ser superado por Memo Rojas e de quebra, foi superado por Max Angelelli. Rojas, no entanto, rodou sozinho e caiu para quarta colocação, deixando a liderança para Angelelli.

O Porsche 64 de Eliseo Salazar acabou escapando e ficou parado na brita, provocando a primeira bandeira amarela da corrida. Durante a amarela, a chuva voltou a cair no circuito. O 57 de Robin Liddell, que liderava na GT, acabou rodando na água e danificou o carro. O brasileiro Oswaldo Negri também escapou e perdeu várias posições quando foi dada a verde e a amarela voltou na pista. Depois de um bom tempo de interrupção, a prova recomeçou com Alex Popow na liderança dos DPs e Jordan Taylor nos GTs.

Taylor acabou perdendo a primeira posição para Dane Cameron logo no recomeço. Daí a bandeira amarela voltou a ser acionada depois que o carro #5 de David Donohue ficou parado na pista. Ele ocupava a quinta colocação da categoria no momento. A prova recomeçou faltando 1h30m para o fim da corrida e Max Angelelli fez uma bela ultrapassagem para cima de Ryan Dalziel valendo a liderança da corrida. Scott Pruet, que estava em terceiro, acabou escapando e perdeu várias posições. Nos GTs, Andy Lally assumiu o primeiro posto depois de passar o Sylvain Tremblay. Daí, nova bandeira amarela aparecer depois que Dion von Molke rodou e ficou parado na briga.

Novo reinicio 15 minutos depois com Angelelli firme na liderança dos protótipos enquanto nos GTs o primeiro posto estava com Dane Cameron, que ultrapassou Billy Johnson no recomeço. Na volta seguinte, Dalziel deu o troco para cima do Angelelli e voltou para a primeira colocação. Depois de algumas voltas, os pilotos começaram a parar nos pits para colocar pneus slicks, já que a pista começou a secar rapidamente. David Donohue, que não fazia uma boa prova, acabou rodando e ficou parado na pista, provocando nova bandeira amarela no circuito.

Na relargada, Sebastien Bourdais foi com tudo para cima de Memo Rojas na briga pela segunda colocação e o mexicano acabou escapando e perdeu várias posições. Mas na GT, o Camaro #75 de Ronnie Bremer bateu forte no muro depois de um toque de Rojas e novamente a bandeira amarela voltou a corrida. A bandeira verde voltou faltando 43 minutos com Dalziel na ponta nos protótipos enquanto na GT o primeiro posto era de Jonathan Bomarito, mas ele foi logo superado pelo Leh Keen. Paul Tracy acabou sofrendo uma punição por queimar a largara, passando um retardatário.

Algumas voltas depos, Bourdais superou Dalziel e assumiu a liderança da corrida. Mais ou menos no mesmo momento, João Barbosa teve problemas e ficou parado na pista após ser tocado por Juan Pablo Montoya e mais uma bandeira amarela pintou na corrida. Depois de cerca de 10 minutos, os carros voltaram a ação e Bourdais manteve a liderança no geral nos protótipos e nos GTs, Andy Lally estava na frente. Na briga pela segunda colocação, Ricky Taylor deixou o Dalziel para trás e tentou ir a caça de Bourdais. Já nos GTs, na disputa pelo terceiro posto, Jorg Bergmeister tentou passar o Bomarito, mas escapou na grama e perdeu terreno.

Lá na frente, nos protótipos, Montoya e Dalziel se tocaram com o último levando a pior, ficando prezo na brita e a bandeira amarela foi novamente acionada. Prova reiniciada faltando 7 minutos para o fim e apesar da forte pressão de Taylor, Bourdais manteve a liderança. Nos GTs, Andy Lally também sustentou a posição. A briga esquentou pela segunda colocação na categoria e Bergmeister acabou na brita depois de um toque de Leh Keen, o que provocou nova amarela e como já estava perto do fim, a corrida terminou com o carro de segurança na pista e vitória de Sebastien Bourdais nos protótipos e Andy Lally nos GTs.

Confira abaixo o resultado final da corrida:

  • Share on Tumblr