Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Velocidade | 31/10/2014

Scroll to top

Top

F1
One Comment

[Atualizado] F1: Maria de Villota sofre grave acidente (e reaparece após 3 meses)

[Atualizado] F1: Maria de Villota sofre grave acidente (e reaparece após 3 meses)

A piloto de testes da Marussia, Maria de Villota, fazia nesta terça o seu primeiro contato com o carro da equipe, quando se acidentou, na pista do aeroporto de Duxford. Ela bateu em um caminhão de apoio quando retornava aos pits após a sua primeira saída em linha reta.

Maria foi transportada para o hospital e ainda não há uma confirmação oficial do seu estado de saúde, mas algumas fontes afirmam que os ferimentos são graves.

A Marussia emitiu um comunicado falando sobre o acidente, porém sem muitos detalhes: “Aproximadamente às 9h15 (horário local), a piloto reserva da Marussia Maria de Villota sofreu um acidente com o MR-01 no aeroporto de Duxford quando testava o carro pela primeira vez. O acidente aconteceu na volta de instalação quando se envolveu em um impacto com o caminhão de apoio. Maria foi transferida para o hospital. Uma vez tendo informações médicas, um boletim médico será divulgado”.

Chris Mann, jornalista da BBC, acompanhava o treino e afirmou que a impressão é de que o carro acelerou quando estava quase parado. Escute o áudio (em inglês) com o depoimento:

O jornalista também fez uma foto no momento do incidente:

Sabe-se que nesse final de semana a Marussia implementaria uma série de mudanças que foram realizadas a partir de testes no túnel de vento da equipe. Ainda é cedo para traçar qualquer panorama sobre a situação, mas atualizaremos esse post assim que recebermos mais informações oficiais.

Antes de ser piloto de testes da equipe, Maria de Villota passou pelo WTCC e pela Superliga. Ela pilotou um F1 pela primeira vez no ano passado, durante um teste com a Renault no circuito de Paul Ricard.

Atualizado às 14h14, dia 03/07:

A Marussia soltou um novo comunicado em seu site oficial, no qual confirma o acidente com a piloto e que ela foi levada para o Hospital Addenbrooke, em Cambridge. O ponto mais importante é que “Maria está consciente e avaliações médicas estão sendo feitas. A equipe aguardará o resultado desses exames antes de fornecer mais comentários”.

Atualizado às 12:30, dia 04/07:

Novo comunicado da Marussia e notícias nada animadoras: Villota foi operada ontem por conta dos ferimentos na cabeça e face e continua em situação crítica, mas estável. Infelizmente, ela perdeu o olho direito no acidente.

Atualizado às 12:21, dia 10/10:

Após três meses do grave acidente que sofreu, Maria de Villota deu sua primeira entrevista para a imprensa. Nela, a piloto aparece com um tapa-olho, cabelos mais curtos e fala do horror que foi entender tudo que havia acontecido com ela.

Na publicação, a espanhola conta que se olhou no espelho e viu 104 pontos em seu rosto, além da perda do olho, e ficou apavorada. Porém, ela disse que apesar disso, agora vê melhor do que antes e que é necessário parar para medir as coisas de uma forma diferente.

Além disso, Maria ficou com algumas sequelas como dores de cabeça constantes e também a diminuição da sensibilidade do paladar e do olfato. Nos próximos meses serão realizadas mais duas cirurgias. Uma para corrigir o deslocamento do crânio e outra para reconstruir o olho.

  • Share on Tumblr
  • Murilo

    Infelizmente Maria de Villota perdeu o olho direito. Lamentavel.